Articles in Crise na Ucrânia

O acordo de parceria entre a SSVP e Depaul apresentam os primeiros resultados na Ucrânia

Depaul estava trabalhando na Ucrânia há mais de 15 anos quando a guerra eclodiu em 24 de fevereiro de 2022, realizando um trabalho humanitário baseado no desenvolvimento de redes comunitárias, especialmente a rede católica de assistência em nível local. Os vínculos...

SSVP e Depaul estão juntas, em estreita colaboração para uma efetiva ação humanitária na Ucrânia

O acordo prevê o repasse de recursos mensais por um ano. A guerra na Ucrânia afetou desproporcionalmente as pessoas já vulneráveis, especialmente mulheres e crianças, pobres e idosos, além daqueles que vivem em instituições e os deficientes. Aqueles que estão em...

Declaração das Confrarias Vicentinas sobre a situação na Ucrânia

AS CONFRARIAS VICENTINAS fazendo próprio o desejo de Deus – expresso a Miquéias – de defender a lei e a justiça, praticar a lealdade e a humildade diante de Deus (cf. Mi 6,8) e comprometidos a partir de sua espiritualidade vicentina, com a caridade exercida na vida...

Quem é o nosso inimigo real

Mesmo com tantos conflitos e miséria, uma coisa ainda consegue fazer-me feliz e sentir esperança. É uma sociedade cheia da solidariedade. É onde agora estou a viver. A invasão da Ucrânia pela Rússia já se iniciou há três meses, mas ainda não consigo esquecer o que me...
O Gólgota Ucraniano

O Gólgota Ucraniano

As Filhas da Caridade em zonas de guerra na Ucrânia enviam uma mensagem de Páscoa: Uma mãe enterra a sua filha sozinha, debaixo da quinta árvore no parque local, e rasteja debaixo de conchas que caem para o lado do abrigo, porque ali, o seu filho, que está gravemente...

Doações para a Ucrânia

Doações para a Ucrânia

Como a guerra na Ucrânia continua, o mesmo acontece com as tragédias que dela resultam: deslocamento, fome, falta de acesso às necessidades médicas, e a lista pecaminosamente continua. Como disse o Papa Francisco, “naquele país martirizado a necessidade de assistência...

E de repente…

E de repente…

E de repente estamos em guerra seja por vivência própria, seja por testemunhar a dor de alguém, seja como espectadores no conforto do nosso lar. Somos testemunhas do alto preço a pagar pela liberdade e do lento e árduo caminho para construir a paz, pela via do diálogo...

Pin It on Pinterest