Todos nós somos contra ameaças e ataques à liberdade religiosa

por | ago 21, 2022 | featured2, Notícias | 0 Comentários

É inaceitável conviver com restrições à nossa liberdade religiosa

Toda a comunidade internacional está muito preocupada com os recentes acontecimentos na Nicarágua, especialmente a perseguição de bispos e sacerdotes, além do fechamento de paróquias e estações de rádio cristãs.

Isto é algo que ninguém pode aceitar em um mundo democrático com liberdade religiosa e com liberdade de expressão e informação. Isto não pode acontecer na Nicarágua nem em qualquer outro lugar do mundo.

As pessoas de bem se solidarizam com todos aqueles que sofrem as ameaças e ataques à Santa Igreja pelo regime local. A expulsão das Irmãs da Congregação das Missionárias da Caridade (Madre Teresa), por exemplo, foi um dos eventos políticos que causaram comoção mundial.

A Organização dos Estados Americanos (OEA) condenou a Nicarágua pelo assédio à Igreja Católica e perseguição à imprensa e às ONGs. A União Europeia também condenou o fechamento de estações de rádio católicas na Nicarágua nestes tempos de violência sem precedentes.

Segundo a Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), a razão de tais perseguições tem origem em 2018, quando alguns padres deram refúgio a manifestantes feridos em protestos ou fugindo da repressão que resultou em 355 mortes. O bispo Rolando Álvarez está atualmente detido pela Polícia na Cúria, juntamente com outros 10 religiosos.

A Santa Sé, em uma declaração, apela ao diálogo e defendeu a busca de formas de entendimento, baseadas no respeito e na confiança mútua, visando o bem comum e a paz. “O Vaticano está sempre pronto para colaborar com aqueles que se engajam no diálogo, considerando-o um instrumento indispensável da democracia e a garantia de uma civilização mais humana e fraterna”, diz o comunicado.

Como Presidente-geral da SSVP, preocupado com esta dramática situação, expresso minha total solidariedade com o povo nicaraguense. Não podemos deixar de ser a voz daqueles que não têm voz, nem podemos deixar de silenciar as injustiças, especialmente aquelas cometidas contra nossos irmãos e irmãs na fé. E estou certo de que superaremos mais este momento sombrio da história.

Diante desta cruel realidade de intolerância e violência, rezemos para que a perseguição da nossa Santa Igreja Católica cesse. “O Senhor é quem vai adiante de ti; ele será contigo, não te deixará, nem te desamparará; não temas, nem te atemorizes” (Deuteronômio 31,8).

Na Nicarágua, a Sociedade de São Vicente de Paulo é formada por 35 Conferências, totalizando 150 membros, além de uma forte presença de vários ramos da Família Vicentina.

Confrade Renato Lima de Oliveira,
16° Presidente Geral Internacional
Sociedade de São Vicente de Paulo

Tags:

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

VinFlix

Doar para .famvin

Ajude-nos a continuar a trazer-lhe notícias e recursos na web.

Pin It on Pinterest

Share This