últimas notícias sobre o COVID-19

Perspectivas da SSVP para 2021: um ano que valerá por dois

por | dez 29, 2020 | Notícias, Sociedade de São Vicente de Paulo | 0 Comentários

O ano que passou, como todos nós sabemos, foi especialmente desafiador tendo em vista a crise sanitária que se abateu sobre a humanidade, provocando mudanças de hábitos, de posturas e de procedimentos nas nossas vidas pessoais e, também, na Sociedade de São Vicente de Paulo, na Família Vicentina e em toda a Santa Igreja.

Foram meses muito difíceis, que trouxeram – e ainda trazem – muito sofrimento por conta das pessoas que faleceram com Covid-19, e sobremaneira para aqueles que perderam seus empregos e empobreceram. Houve desequilíbrio da saúde mental de todos nós, uns mais outros menos. O distanciamento social, imposto pelas autoridades sanitárias, embora necessário, causou um “afastamento artificial” entre as pessoas. Em outras palavras, todos nós fomos fortemente atingidos: vicentinos e assistidos.

Porém, somos vicentinos e nunca desistimos! Temos fé e esperança em dias melhores, com “caridade, valentia e prudência”, como nos ensinou São Vicente. Assim, apesar de tudo o que vivemos, podemos afirmar que o ano de 2021 promete muito. No âmbito do Conselho Geral Internacional (CGI) da Sociedade de São Vicente de Paulo, nosso ímpeto é de trabalhar ainda mais para compensar o ano perdido. Faremos o possível e o impossível para fazer o dobro. Tão logo a pandemia termine e as fronteiras internacionais sejam reabertas, o Conselho Geral recomeçará, gradualmente, a desenvolver os seus projetos, programas, missões e iniciativas que sofreram natural desaceleração por conta da crise.

Iniciaremos o ano, em 31 de janeiro, com a publicação da nova Carta-Circular do Presidente-geral, trazendo reflexões e recomendações a todos os confrades e consócias do mundo. As reuniões da diretoria do Conselho Geral serão realizadas em sistema híbrido: virtual para aqueles membros que não puderam viajar a Paris, e presencial para os que conseguirem, por conta das restrições geradas pela pandemia. A Regra internacional prevê quatro reuniões da diretoria por ano. Assim, com a graça de Deus, as reuniões acontecerão em 20 de fevereiro, 25 de abril, 12 de setembro e 5 de dezembro (esta última em Lyon, cidade importantíssima na vida de Antônio-Frederico Ozanam). A inauguração da sede de Paris deverá ocorrer perto da data de nascimento de Ozanam (23 de abril), além do lançamento de uma exposição sobre os sete fundadores e do “Museu Ozanam”.

No dia 8 de fevereiro, estaremos abrindo o “Ano Temático Internacional de Jules Devaux”, cofundador da nossa SSVP. Devaux (1811/1880) estudou medicina, e foi o primeiro tesoureiro da Conferência de Caridade, e também do Conselho Geral. Ele tinha um hábito bem divertido: usava seu chapéu como sacola durante o momento da coleta secreta. Foi Devaux quem colocou o grupo em contato com Irmã Rosalie Rendu (FC), que imediatamente aprovou suas intenções e mostrou-lhes como agir concretamente junto aos mais pobres. Casou com Adèle Marie Louise Picard em 1849, e teve dois filhos. Há poucas informações sobre o nosso querido Devaux. Ele morreu com 69 anos de idade, na capital francesa. Temos a certeza de que o concurso sobre Devaux vai ser um grande sucesso.

Sobre as viagens missionárias do Presidente-geral, a agenda institucional depende exclusivamente dos rumos da crise sanitária. Se tudo der certo, haverá as seguintes visitas: Gibraltar, Espanha, Brasil, Estados Unidos, Malta, Albânia, Itália, Granada, América Central (quatro países a serem definidos) e África (Nigéria, Quênia e outros quatro países a definir). Também os Vice-presidentes Territoriais e os Coordenadores de Zona retomarão as visitas aos países com foco no trabalho de aproximação com os Conselhos Superiores que formam a nossa Confederação.

Sobre os grandes eventos internacionais, estamos rezando para que possam ser realizados o 3º Encontro Territorial da SSVP na América do Sul, em Aparecida (Brasil), em julho; a Plenária Anual do Conselho Geral, em setembro, em Madri, Espanha; a 2ª Assembleia da SSVP da África (chamada de “All Africa Assembly”) em outubro; e o 9º Encontro da SSVP na Ásia e Oceania (chamado de “Panasco”) em novembro. Evidentemente, como já dissemos, todas essas reuniões estão condicionadas à redução das restrições da pandemia.

No campo da comunicação, estão previstas três edições da revista digital “Ozanam Network”, dois programas “Talk Show com o Presidente-geral” pela Ozanam TV e a finalização de um livro intitulado “Diretório Internacional da SSVP”, contendo estatísticas e informações sobre a Sociedade em cada um dos 152 países em que ela está presente. No âmbito dos acordos, estamos finalizando a assinatura de protocolos de cooperação com a “Ordem de Malta” e os “Missionários Leigos Vicentinos” (Misevi), ramo da Família Vicentina.

No caso da juventude, realizaremos a coleta especial em julho, como nos anos anteriores, para reforçar o caixa das Comissões de Jovens pelo mundo. O censo dos jovens, crianças e adolescentes estará sendo concluído ao longo de 2021. Será lançado o concurso do hino “Sete Fundadores” em outros idiomas (francês, italiano e inglês), por iniciativa da Vice-presidência de Juventude. No final do ano, em dezembro, os 12 delegados territoriais de juventude deverão se reunir em Lisboa para projetar novas atividades. Uma cartilha sobre a SSVP e as universidades deverá também ser lançada.

Tendo sido impossível visitar a tumba de Félix Clávé em 2020 devido à pandemia, a diretoria do Conselho Geral pretende ir, com a graça de Deus, aos túmulos tanto de Clavé (na cidade de Pau, sul da França) quanto de Devaux (na cidade de Colombières, norte da França) em 2021. Faz parte do projeto dos anos temáticos não só a realização dos concursos literários, mas a visita aos locais onde nossos cofundadores estão santamente enterrados. Quanto mais falarmos sobre as origens da SSVP, mais bem informados e formados estarão os nossos confrades e consócias.

E por fim, o Projeto “SSVP Plus”, que consiste na fundação da SSVP em lugares onde ainda não estamos. Além da Tanzânia (que ingressou na Confederação no final de 2020, um verdadeiro milagre em tempos de pandemia), há ainda outros países com fortes possibilidades: Grécia, San Marino, Dinamarca, Suécia, Finlândia, Noruega, Cazaquistão, Marrocos, entre outros. Faremos de tudo para fundar pelo menos uma Conferência nas capitais dessas nações. Os membros da Estrutura Internacional (Vice-presidentes Territoriais e Coordenadores de Zona) são fundamentais nesse projeto.

“Muitos são os planos no coração do homem e da mulher, mas o que deve prevalecer são os propósitos do Senhor” (Provérbios 19, 21). Pedimos as orações de todos para que as atividades acima descritas possam ser devidamente realizadas, para a honra e glória de Nosso Senhor Jesus Cristo. “Pai, que seja feita a tua vontade” (Lucas 22, 42).

Renato Lima de Oliveira
16º Presidente-geral

Tags:

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Doar para .famvin

Ajude-nos a continuar a trazer-lhe notícias e recursos na web.

Pin It on Pinterest

Share This