A Sociedade de São Vicente de Paulo iniciou as atividades necessárias para implementar a SSVP em Marrocos.

No final de janeiro, uma comissão da SSVP formada pela vice-presidente internacional para o Oriente Médio e Norte da África, Ella Bitar, presidente nacional da SSVP na Espanha, Juan Manuel Buergo e o presidente do Conselho da Zona de Cádiz – Espanha, Francisco Holgado, visitou Marrocos com o objetivo de plantar as bases de uma futura fundação da SSVP neste país.

A viagem foi marcada por uma visita ao cardeal Romero, arcebispo de Rabat, que deu sua bênção para iniciar a missão vicentina em Marrocos e incentivou a SSVP a trabalhar lado a lado com as Filhas da Caridade em Temara, os Padres Franciscanos de Rabat e a Paróquia Oasis em Casablanca e as Irmãs dos Sagrados Corações de Casablanca e Marrakech.

Após o encontro com as Irmãs dos Sagrados Corações, em seus conventos em Marrakech e Casablanca, ficaram muito felizes com a proposta e convidarão os católicos envolvidos na vida paroquial de sua região e os padres com quem mantiveram. contato A SSVP Espanha iniciará os contatos necessários com os franciscanos e com as Filhas da Caridade, cujas comunidades são de origem espanhola.

Não há dúvidas que a porcentagem de católicos no país é muito baixa e que a maioria geralmente está de passagem, de modo que qualquer projeto realizado deve ser seguido com regularidade e consistência para que ainda haja um caminho apaixonante pela frente.

“Apesar da autonomia da SSVP para agir e se implementar, começar nossa missão em Marrocos com o apoio da Igreja e com o apoio das diferentes congregações religiosas é uma bênção de Deus que certamente nos ajudará a alcançar nosso objetivo. fundamental: estabelecer a SSVP em Marrocos “, afirmou o Presidente Geral, Renato Lima de Oliveira.

O confrade Eduardo Marques, responsável pelo Projeto SSVP Plus, agradece à SSVP da Espanha e à Vice-Presidência do Oriente Médio e Norte da África por seus esforços e colaboração com o Conselho Geral nesta nobre missão.

Ao longo de 2020, o Projeto SSVP Plus realizará ações institucionais em outros 12 países, onde há possibilidades de um processo para a fundação do SSVP. É o caso, entre outros, da Grécia, Cabo Verde e dos países escandinavos.

Fonte: https://ssvpglobal.org/

Pin It on Pinterest

Share This