Depois da Eucaristia, o dia começou com um painel de diálogo a cargo de Regine Thodat (da Iniciativa da Família Vicentina no Haiti), o padre Michael Barth, o senhor Ribel Elias (presidente internacional do MISEVI) e a irmãClarette de Coene, SC. Nele se mostrou pujança do carisma vicentino em diversas iniciativas que se estão levando a cabo em distintas partes do mundo, e como o trabalho de colaboração estava dando grandes frutos nesse caminhar, como indica o próprio lema do encontro: “Avançando juntos”.

Como no dia anterior, pela manhã houve encontros linguísticos para que todos os presentes pudessem dialogar sobre as palestras apresentadas e apresentar propostas.

À tarde houve novas palestras, além de encontros por idiomas.

1. A irmã Constance Phelps SCL nos convidou a refletir sobre “Interlaçando nossa rede: um desafio imaginativo para o futuro”, unindo os valores e espiritualidade vicentina à colaboração e projetando-o para o futuro que se abre diante de nós a partir de agora.

2. O dia terminou com uma apresentação de Renato Lima de Oliveira, presidente internacional da Sociedade de São Vicente de Paulo, sobre a necessidade de dotar de recursos, tanto humanos como econômicos, as diversas iniciativas que a Família Vicentina global está realizando, assim como as estruturas internacionais. Terminou sua apresentação com uma proposta para sustentar todas elas.

O encontro está chegando ao fim. Amanhã termina um evento histórico que reuniu dirigentes de 95 ramos da Família Vicentina.


Tags:

Pin It on Pinterest

Share This