Depois de celebrar a Eucaristia às 8h15, a segunda sessão do encontro dos líderes da Família Vicentina começou. A primeira atividade foi a apresentação de um relatório sobre as atividades recentes do Escritório da Família Vicentina. Esse relatório foi apresentado por Margaret Clifford (FC), Flavio Pereira (CM) and Joseph Agostino (CM). Na apresentação, eles destacaram o fato da atividade deles ser dirigida ao conhecimento, acompanhamento e encontro com os membros dos distintos ramos da Família que estão presentes em muitos países da África, Ásia, Europa e Américas.

Depois de uma breve pausa, Mónica Villar (MISEVI) e Javier F. Chento (coordenador da Comissão de Comunicação da Família Vicentina) fizeram uma palestra em que convidaram os participantes a refletir sobre a importância de utilizar os novos meios de comunicação social para fazer mais visíveis o carisma vicentino e os trabalhos que são desenvolvidos para transformar a realidade em prol daqueles que estão mais em necessidade.

Depois do almoço, foi feita uma apresentação sobre o Festival de Cinema Encontrando Vicente 400, que ocorreu no ano passado em Castel Gandolfo (Itália). Dois filmes foram apresentados. Em seguida, Marc McGreevy falou sobre a Aliança da Família Vicentina para os Sem-Teto e o Projeto de 13 Casas. Esse projeto que começou em 2017, é para aliviar e eliminar a falta de moradias nos locais em que a Família Vicentina está presente. O dia intenso foi concluído com um diálogo entre os vários grupos presentes, divididos por idiomas.

Pin It on Pinterest

Share This