Farinha, leite, fermento, ovos e açúcar não viram apenas bolos nas mãos da assistida Gilmara Alves da Fonseca, em Governador Valadares (MG). Trabalhados com carinho, os ingredientes resultam em uma nova perspectiva de vida para ela, o companheiro e os quatro filhos.

Gilmara, que antes não tinha uma fonte de renda, tornou-se agora confeiteira. Ela vende bolos decorados. A nova profissão da assistida foi despertada graças aos Projetos Sociais do Conselho Nacional do Brasil (CNB), que financia ações de Mudança de Estruturas (promoção social).

O confrade Jeferson de Castro Ferreira, membro da Conferência Menino Jesus de Praga, destaca que o projeto tem sido um sucesso. O dinheiro do CNB foi investido em equipamentos para Gilmara trabalhar com a confeitaria.

A Conferência continua dando cesta básica a ela, para que em vez de comprar alimentos, ela possa investir todo o dinheiro que tem recebido com a venda dos bolos na ampliação do negócio dela. E Gilmara coleciona muitas conquistas. Já comprou uma impressora para personalizar os bolos e está reformando a cozinha.

O projeto custou ao Conselho Nacional cerca de R$1.5 mil (cerca de 350 euros, ou 400 dólares americanos). “Com pouco dinheiro, a vida da Gilmara está melhorando muito. O projeto incentiva muito os trabalhos com os nossos assistidos. Quando vemos uma família igual à da Gilmara, a gente vê que vale a pena trabalhar com a Mudanças de Estruturas”, encerra Jeferson.

Fonte: Redação do SSVPBRASIL – http://www.ssvpbrasil.org.br/

Pin It on Pinterest

Share This