Diante da atual pandemia de coronavírus, o Conselho Geral da Sociedade de São Vicente de Paulo pede aos vicentinos do mundo inteiro que supliquem a Maria, durante os meses de março e abril de 2020, repetindo a simples oração, que faremos a seguir, lentamente:

Ave-Maria cheia de graça….

– Oração dedicada aos Vicentinos do mundo inteiro:

Pai Celestial,

 A nossa vocação como Vicentinos é de Vos servir, socorrendo as pessoas necessitadas em todo o mundo. Senhor, protegei os Vossos servos de todas as doenças transmissíveis que possam ser contraídas durante as visitas domiciliares e durante as atividades de caridade realizadas em Vosso nome. Venha em auxílio de todos aqueles que atualmente sofrem do Coronavírus e permita que esta pandemia mundial seja rapidamente controlada.


NOSSA SENHORA DE PONTMAIN, FRANÇA

“Mas, rezem, Meus filhos. Em breve, DEUS atenderá as suas orações. Meu filho está prestes a se comover”

Aparição da Virgem Maria em Pontmain (França) no dia 17 de janeiro de 1871

Logo depois da tribulação daqueles dias, escurecerá o sol, e a lua não dará a sua luz” (Mateus 24, 29). Assim, recorramos a Maria, o nosso Refúgio, a nossa Mãe. Ela é o sinal que Deus nos dá em combate, no momento em que as forças do Mal são liberadas. “Apareceu no céu um sinal extraordinário: uma mulher vestida do sol, com a lua debaixo dos seus pés e uma coroa de doze estrelas sobre a cabeça” (Apocalipse 12, 1).

Ó Maria, padroeira da Sociedade de São Vicente de Paulo, nós vos rogamos, que intercedeis pelo mundo diante do vosso Filho, Nosso Senhor Jesus. “Nós sabemos que Ele é verdadeiramente o Salvador do mundo” (João 4, 42). Nós confiamos à sua intercessão, em especial:

  1. Às pessoas que visitamos ou conhecemos, em especial pelos que vivem em obras sociais mantidas pela SSVP
  2. Aos nossos irmãos e irmãs mais humildes e mais necessitados
  3. A todos aqueles que não têm fé, aqueles que têm medo, aqueles que estão indefesos
  4. Às nossas Conferências, nossos Conselhos, nossas obras assistenciais, enfim, por todos os nossos confrades e consócias, empregados, voluntários e colaboradores
  5. À Igreja, aos sacerdotes, aos bispos, aos seminaristas e aos diáconos.
  6. Aos profissionais de saúde e ao pessoal de enfermagem
  7. Às nossas famílias particulares, os nossos entes queridos, os nossos colegas de trabalho
  8. Àqueles que, com tristeza, irão morrer
  9. E a nós mesmos. Que o Senhor nos dê a graça de uma autêntica transformação e que possamos viver mais plenamente as virtudes da Fé, da Esperança e da Caridade

VAMOS MEDITAR COM O BEM-EVENTURADO ANTÔNIO-FREDERICO OZANAM

 Em tempos de incerteza, devemos sempre acreditar na Divina Providência

 “Vamos desejar tudo o que Deus quer, até a incerteza. A incerteza é precisamente o desafio que Ele gosta de nos fazer passar para reconhecer a nossa confiança Nele. Ele tornou a vida incerta, e a morte incerta, e até a virtude. Gostaríamos de ter a certeza da nossa renda no próximo ano, e não temos a certeza do sol de amanhã. Queremos poder contar com a sorte e não podemos garantir a nós mesmos oito dias de saúde. Ao retirar o apoio humano, a Providência nos faz sentir melhor que ela está cuidando de nós. É como uma mãe que tira a cadeira do seu filho onde ele estava sentado, mas apenas para tomá-lo nos seus braços” (Carta do Bem-aventurado Antônio-Frederico Ozanam à esposa Amélie, em 27 de julho de 1844).

Faça o download desta oraçâo em formato PDF, clicando aqui.

Fonte: https://www.ssvpglobal.org/


Tags:

Pin It on Pinterest

Share This