últimas notícias sobre o COVID-19

Diários Vicentinos: Nosso retorno do Quênia para a Alemanha

por | out 11, 2020 | Notícias | 0 Comentários

No final de março, irmã Lúcia, irmã Dorothea, irmã Zeituni e eu fomos informadas que deveríamos deixar o Quênia o mais rápido possível. O coronavírus se espalhara de forma inesperada e rápida. A notícia nos pegou de surpresa às quatro. Naquele momento, a irmã Zeituni, a irmã Dorothea e a irmã Luci estávam em Ngong e eu, com as irmãs beneditinas de Karen, um bairro de Nairóbi, para melhorar meu inglês.

Comecei a fazer as malas imediatamente, sentindo a adrenalina e uma montanha-russa de emoções. Logo depois, peguei um táxi para encontrar minhas irmãs em Ngong. Nós simplesmente não podíamos acreditar, tudo parecia tão irreal. Jantamos juntas uma última vez, sabendo que demoraria muito até que pudéssemos estar juntas novamente.

Bem cedo na manhã seguinte, nos despedimos da irmã Zeituni e da irmã Dorothea, que voaram de Nairóbi para sua Tanzânia natal. Enquanto isso, a irmã Lúcia e eu embalamos o essencial. Mesmo hoje, grande parte de nossa bagagem ainda está no Quênia. No final, ficamos sabendo que não havia mais voos de Nairóbi para a Europa, mas que ainda poderia haver alguns de Mombaça para a Alemanha. Nada estava certo. Por um momento, fomos dominadas por uma leve sensação de pânico, mas conseguimos nos organizar com a ajuda de nossa Procuradoria das Missões. Foi muito bom ver a solidariedade interna da Família Vicentina, que nos apoiou para estabelecer contatos no país.

Conseguimos chegar a Mombaça de avião. No início, parecíamos estar encalhadas lá. Encontrar alojamento foi difícil, dada a situação. Finalmente o encontramos graças aos Missionários da Consolata que, apesar de terem suspendido seus serviços de recepção e fechado seu prédio aos visitantes por causa do coronavírus, colocaram nossa difícil situação antes de qualquer cautela. Devemos muito a eles. Que Deus os recompense por tudo isso! Seu compromisso me marcou profundamente.

No caminho para o alojamento dos missionários, as pessoas gritaram “coroa” para nós algumas vezes; pessoas de pele clara não eram mais bem-vindas ali.

Passamos alguns dias tensos na pousada, esperando notícias da embaixada alemã. Finalmente, bem tarde uma noite, recebemos a confirmação de que poderíamos voar para Frankfurt, Alemanha, no dia seguinte. Naquele momento, o toque de recolher já vigorava entre as sete da tarde e as seis da manhã.

Um funcionário dos Missionários nos acompanhou para nos ajudar e saímos de casa às seis da manhã. Conseguimos chegar à ferry de mototáxi. Era inconcebível. As pessoas se aglomeravam tentando entrar no barco. Houve empurrões e cotoveladas e todas as medidas de proteção contra o coronavírus foram realizadas apenas esporadicamente. Mas, no final, tivemos muita sorte, porque acabou sendo o último ferry para o continente. Depois disso, todas as operações foram suspensas.

Ben, o funcionário dos Missionários da Consolata, arranjou transporte para nós para o aeroporto e então nossos caminhos se separaram. No aeroporto a aventura continuou, muitos alemães vieram para poucos. Lá também estava agitado. Finalmente, todos nós conseguimos um assento no avião e aterramos com segurança em Frankfurt. A Alemanha nos trouxe de volta!

Diários Vicentinos examina algumas das experiências mais pessoais dos vicentinos trabalhando com os sem-teto, moradores de favelas e refugiados. Eles iluminaram os momentos que nos inspiraram, as situações que nos deixaram sem palavras e chocados e as pessoas que cruzaram o nosso caminho e nos mostraram que é preciso fazer mais.

O que os conecta é o compromisso vicentino com os mais pobres dos pobres e a esperança de que, como Família, ainda possamos fazer mais.

Fonte: https://vfhomelessalliance.org/

Tags:

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Doar para .famvin

Ajude-nos a continuar a trazer-lhe notícias e recursos na web.

Pin It on Pinterest

Share This