últimas notícias sobre o COVID-19

200 anos da Congregação da Missão no Brasil (1820-2020)

por | abr 26, 2020 | Congregação da Missão, Notícias | 0 Comentários

No final de novembro de 1819, os missionários vicentinos Pe. Antônio Ferreira Viçoso e Pe. Leandro Rebello Peixoto e Castro, vindos de Lisboa, chegaram ao Rio de Janeiro e, em 1820, estabeleceram no Caraça (MG), a primeira missão vicentina no Brasil. A partir do Caraça, a missão vicentina da Congregação da Missão cresceu e atingiu várias regiões brasileiras. Agora, em 2020, os missionários vicentinos da Província Brasileira da Congregação da Missão (PBCM), também chamados “Lazaristas” celebram 200 anos de presença e serviço missionário em terras brasileiras.

De 1820 até a década de 1970, os missionários vicentinos da PBCM, com notável dedicação e abnegado amor à Igreja, atuaram sobretudo na formação do clero, na pregação de missões populares e na educação da juventude. Os lazaristas dirigiram vários seminários diocesanos, maiores e menores, do norte ao sul do país, colaborando na formação de uma média de 2.600 padres. No Caraça e em diversas outras localidades, fundaram centros missionários, com equipes que saíam a pregar missões populares, em inúmeras cidades e vilarejos de variados estados brasileiros, que muito ajudaram na evangelização e afervoramento religioso do povo. Nos seminários e colégios vicentinos, grande quantidade de jovens, em sua maioria provenientes de famílias pobres, foram fortemente beneficiados, sobretudo dos pontos de vista social e cultural.

Após o Concílio Vaticano II, a atuação missionária dos vicentinos sofreu grandes mudanças e viveu um forte momento de crise: deixaram a direção dos seminários diocesanos; as missões populares encerraram suas atividades; o trabalho nos colégios foi reduzido; os seminários vicentinos foram fechados; diminuíram as vocações e muitos vocacionados deixaram a Congregação. A missão vicentina se diversificou, procurou se ressignificar e ganhou nova configuração.

Atualmente, os 60 Missionários Vicentinos da PBCM têm se esforçado na busca de fidelidade criativa, com maior ênfase no serviço missionário junto aos pobres. Estão presentes em várias localidades e atuam em: paróquias situadas sobretudo em locais mais pobres, formação dos seminaristas, alguns serviços ao clero (magistério, retiros, direção espiritual), missões populares e ad gentes, formação dos leigos, educação dos jovens, colaboração e ação com a Família Vicentina e promoção de projetos sociais junto aos pobres.

Desde seu início aos dias de hoje, a missão vicentina na PBCM tem contado com mais de 550 missionários padres e irmãos, brasileiros e estrangeiros, além de uma legião incontável de amigos e colaboradores envolvidos na missão. Os missionários vicentinos da PBCM louvam a Deus pelos seus 200 anos no Brasil. Com humildade e renovado ardor missionário, estão dispostos a continuar essa caminhada de missão e caridade, no compromisso com os pobres.

Pe. Eli Chaves dos Santos

Tags:

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Doar para .famvin

Ajude-nos a continuar a trazer-lhe notícias e recursos na web.

Pin It on Pinterest

Share This