Se tudo der certo, ao lado das imagens de São Vicente de Paulo, Santa Luísa de Marillac e tantos outros santos da Família Vicentina estará também a imagem de Wenceslau Szuniewicz (1892-1963), o ‘Padre Doutor’. A Diocese de Ponta Grossa (PR) vai dar a entrada no Vaticano ao processo de beatificação dele.

  • Facebook
  • Twitter
  • Pinterest
  • Print or Email

Wenceslau Szuniewicz morreu em 1963. O corpo dele está enterrado em Irati (PR)

Padre Wenceslau é polonês. Chegou ao Brasil em 1952. Em Irati (PR), atuou na Paróquia São Miguel até a morte. Dedicou-se essencialmente à assistência social, fundado dispensário e bibliotecas volantes e exercendo a medicina no Hospital de Caridade São Vicente de Paulo. Também fundou a Congregação da Missão (CM), ordem dos padres vicentinos, na cidade.

De acordo com informações divulgadas pela Rádio Najuá, o anúncio do início do processo da beatificação foi dado no início deste mês, durante a Festa de São Miguel, pelo bispo Dom Sérgio Arthur Braschi.

Padre Wenceslau era também médico, reconhecido internacionalmente como precursor na oftalmologia da cirurgia refrativa de córnea.

Dom Sérgio informou que esteve com padre Tomaž Mavrič (superior-geral da Congregação da Missão e das Filhas da Caridade), que foi ao Paraná para saber mais detalhes sobre a vida do ‘Padre Doutor’ e acertar detalhes relativos ao início do processo de beatificação.

Iniciada a beatificação, o candidato se torna um ‘servo de Deus’. Após minuciosas investigações e comprovações de milagres pelo Vaticano, é que ele poderá se tornar bem-aventurado e, depois, santo.

Fonte: Redação do SSVPBRASIL
http://www.ssvpbrasil.org.br/

Pin It on Pinterest

Share This