A estátua do Cristo Redentor, de braços abertos, não constitui mais a única representação de Jesus, no Rio de Janeiro (RJ). É inaugurada hoje uma escultura do ‘Filho de Deus’ de uma forma não muito habitual na sociedade, mas que é bem conhecida pelos vicentinos: a de Jesus presente nos Pobres.

A estátua ‘Jesus sem-teto’ foi um presente do artista canadense Timothy Schamlz à Arquidiocese do Rio de Janeiro para este Dia Mundial dos Pobres, que tem como tema uma inspiração do Salmo 34: “‘Este pobre grita e o Senhor o escuta” (Sl 34,7).

“As palavras do salmista se tornam também as nossas no momento quando somos chamados a encontrar-nos com as diversas condições de sofrimento e marginalização em que vivem tantos irmãos e irmãs nossos, que estamos habituados a designar com o termo genérico de ‘pobres’”, disse o Papa Francisco, em sua mensagem por ocasião da data.

A estátua fica exposta na praça em frente à Catedral Metropolitana de São Sebastião, junto da estátua de Madre Teresa de Calcutá, a 700 metros da sede do Conselho Nacional do Brasil da Sociedade de São Vicente de Paulo (CNB/SSVP).

Quem passar pela região, encontrará a imagem de Jesus deitando em um banco de praça, usando um cobertor fino. A obra faz alusão às mais de 4,6 mil pessoas em situação de rua da capital fluminense.

A estátua é uma réplica da escultura doada ao Papa Francisco, em 2016, que se encontra na entrada da Esmolaria Apostólica, no Vaticano, organismo que tem a função de exercer a caridade para com os pobres em nome do Sumo Pontífice.

Programação especial

Além da inauguração da imagem, haverá uma programação especial neste Dia Mundial dos Pobres. A partir das 7h da manhã, a Catedral de São Sebastião e o arcebispo do Rio, Cardeal Orani João Tempesta, vão oferecer café, banho, corte de cabelo, ajuda em processos de emissão de documentos, evangelização, missa e almoço aos presentes em situação de rua. Após a missa, o arcebispo vai abençoar a escultura de Jesus sem-teto.

Fonte: Redação do SSVPBRASIL


Tags:

Pin It on Pinterest

Share This