Eu sou pai. Eu sou o depositário e guardião de uma criatura imortal. Estou ansioso para ver o seu batismo, que acontecerá amanhã; depois seguirei, um a um, todos os seus passos, verei todas as graças de sua infância nascidas e, quando a segurar em meus braços, pensarei que nela há uma alma imortal feita para Deus e para a eternidade. Essas reflexões me levam às lágrimas e me deixam confuso. Ah, que momento quando me ajoelhei ao pé da minha Amelia, vi seu último esforço e, ao mesmo tempo, minha filha apareceu à luz!

ozanam_firma
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • Pinterest
  • Print or Email

Frederico Ozanam, 24 de julho de 1845, data de nascimento de sua filha Marie.

Reflexão:

  1. Quatro anos depois de se casar com Amélie Soulacroix, nasceu a filha de Frederico, Marie. Frederico vive a mesma experiência que todos os pais e mães compartilham, o dom de ser progenitores, a maravilha de trazer uma nova vida ao mundo. Frederico, com um olhar de fé, mostra-se cheio de gratidão a Deus, comovido “pelas lágrimas” pela possibilidade que lhe deu de acompanhar, nos próximos anos, sua filha em seu crescimento humano e espiritual.
  2. Para Ozanam, a família foi, ao longo de sua vida, um valor fundamental. Percorrendo a correspondência de Frederico, fica muito claro o importante papel desempenhado em sua vida não apenas por seus pais, mas também por seus irmãos e, mais tarde, por sua esposa e sogros, além de outros parentes mais distantes.
  3. Hoje parece que a família entrou em crise. Valores familiares, apoio mútuo, confiança entre pais e filhos … parecem enfraquecidos. Da mesma forma, novos modelos familiares aparecem em nossa sociedade. São desafios para os quais nós cristãos também temos que dar uma resposta, destacando, como fez Ozanam, a importância das pessoas e o dever que temos de acompanhar nossos filhos – e também nossos pais e outros parentes – em sua jornada de vida.

Questões para o diálogo:

  1. Como estão as relações com seus parentes mais próximos?
  2. Se você é pai: você se preocupa com o crescimento integral de seus filhos?
  3. Se você é criança: preocupa-se em acompanhar seus pais, amá-los e compreendê-los, e ajudá-los quando envelhecerem?
  4. Qual deve ser a posição dos crentes na crise familiar que a sociedade de hoje está experimentando?

Javier F. Chento

twitter icon
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • Pinterest
  • Print or Email
@javierchento
facebook icon
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • Pinterest
  • Print or Email
JavierChento

Pin It on Pinterest

Share This