– Vocês estão preparados para assumir este tão sublime compromisso?
– Sim, conhecendo o valor da devoção a Maria, e o carinho com que nos trouxe a Sua Medalha e nos chamou ao Seu serviço, queremos solenemente nos CONSAGRAR à Virgem das Graças, certos que a proteção especial que prometeu aos que trouxessem a sua medalha no pescoço, nos levará a uma autenticidade Cristã, pela imitação de Suas virtudes dentro da Juventude Mariana Vicentina.

Querida JMV,

É uma alegria poder falar um pouquinho sobre esse tema tão importante para nossa Associação. Meu nome é Lorena Campolina e sou Presidente da Província de BH, participo do grupo da PNSF em Contagem (MG) há seis anos. Consagrei-me no dia 23 de novembro de 2013 e sou apaixonada pela JMV.

Comecei meu texto com essa apresentação propositalmente. Precisamos vestir de fato a camisa da JMV e, para isso, precisamos saber nos identificar como um Jovem Mariano Vicentino e fazer isso com alegria, fazendo com que ela alcance outros jovens. Não tenham medo de mostrar sua felicidade!

No dia de hoje, em especial, falarei sobre a consagração, a alma de nossa Espiritualidade Mariana. Você que é consagrado, lembra do dia em que isso ocorreu? Mais do que isso, você lembra qual o compromisso que firmou aos pés do altar? Para você que ainda não é um consagrado, você sabe quais são as características principais da consagração, e o que a torna diferente dos demais? Como sugestão aconselho a todos os jovens a lerem o livro Conhecendo a Juventude Marina Vicentina escrito pelo nosso querido Padre Mizaél Donizetti, CM.

Existem dois significados que, na minha opinião, definem muito bem a palavra CONSAGRAÇÃO.  A primeira delas é “SAGRADO”. Lembremos que consagração é uma escolha! Ninguém é obrigada a fazê-la, mesmo que já tenha mais de dois anos de caminhada na Associação (tempo mínimo determinado nos Estatutos Nacionais). Você firmará um compromisso não só com a JMV, mas com Nossa Senhora e, sobretudo, com Deus. E por isso é SAGRADO. Todas escolhas geram consequências e compromissos, e a consagração não é diferente, ela exige “AÇÃO”,  o segundo significado. “ Nesta situação Maria é nossa guia e a nossa inspiração”. Através da obediência dela a Deus, oração e serviço, aliados com sua paciência, humildade, pureza, fé e amor, soube exercer profundamente seu SIM, desde a Anunciação. Em sua visita a sua prima Isabel, não pensou em si mesma mas sim em Isabel, que já de idade avançada precisava de ajuda. Ela percorreu uma considerável distância já com 6 meses de gestação, e apesar de não citar isso na Bíblia, fico imaginando Maria ajudando sua prima a cozinhar e limpar a casa, sem nada em troca.

Colocar-se à disposição e serviço, principalmente dos pobres, através de Deus, deve ser a principal atividade de um membro da JMV, principalmente de um consagrado. Muitas vezes, infelizmente, não sabemos como fazer isso, não sabemos dar o primeiro passo. Para isso, precisamos sair de nós mesmos e deixar que a Luz do Espírito Santo tome conta de nós, nos moldando segundo os desejos de Deus e as virtudes de Nossa Senhora.

A consagração precisa estar diretamente ligada ao nosso Projeto Pessoal de vida, visto que não podemos exercê-la somente dentro de um salão de reunião da JMV, dentro de uma ação social ou em uma Celebração Eucarística. A Consagração precisa estar enraizada em toda sua vida, e essa precisa ser um verdadeiro testemunho do Reino de Deus.

É necessário que sempre façamos uma reflexão de como anda nossa caminhada na Associação. Será que estamos desempenhando de fato nossas responsabilidades perante nossa comunidade como deveríamos? Será que procuramos viver nosso Carisma Vicentino em sua plenitude?

A fórmula da Consagração Mariana possui quatro palavras chave, de imenso significado: Descobrir-te, Seguir-te, Amar-te e Entregar-me. A Primeira que recebeu Jesus no Coração foi Maria. A partir desse momento, ela quis conhecê-lo cada vez mais. Através do Sim, ela decidiu segui-lo, e logo no primeiro momento já amou com todo seu amor de Mãe, mas também de Filha. Sua vida foi totalmente de entrega e serviço ao Reino de Deus. Que também possamos ser como Maria, nossa Mãe. Somos fruto de um pedido dela e se estamos aqui hoje, foi porque somos escolhidos para desempenhar essa missão.

Que possamos ser jovens cada vez mais comprometidos com a nossa Associação, com os pobres e com o Reino de Deus e que tenhamos sempre um sorriso no rosto. Como disse o Papa Francisco na JMJ 2013: IDE, SEM MEDO, PARA SERVIR! Gostaria de finalizar com dois versículos bíblicos que nos ajuda a refletir sobre o nosso Chamado.

Aos 36 anos, a JMV Vila Nova (Província de Fortaleza) celebra o SIM dos primeiros consagrados da sua história.

“Vós, porém, sois linhagem escolhida, sacerdócio régio, nação santa, povo adquirido em propriedade, a fim de proclamardes as maravilhas daquele que vos chamou das trevas para a sua luz admirável” (1 Pd 2,9)

“Antes de formar-te no seio de tua mãe, eu já te conhecia, antes de saíres do ventre, eu te consagrei (…).” (Jr 1,5)

A Jesus com Maria,

Ser, Amar e Construir!

Abraços,

  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • Pinterest
  • Print or Email
Lorena Campolina.
Presidente Provincial
Província de BH

Fonte: http://jmvbrasil.org/

Pin It on Pinterest

Share This